domingo, 6 de janeiro de 2008

Quem quer ir ao teatro?

Mesmo em São Paulo, considerada por aqui a “meca do consumo cultural”, muitos teatros fecham por falta de público. Ou tantos outros grupos teatrais bacanas e sérios deixam de funcionar por falta de recursos e patrocínio... Por esses motivos, as campanhas de popularização do teatro são sempre bem-vindas.

Em BH, a campanha anual de acesso ao teatro é bastante divulgada. Começou semana passada e, pela 34º vez, estará em cartaz por dois meses, com 80 peças no cardápio e ingressos por R$ 8. Mas a programação foi um balde de água fria – ao menos entre as opções desse fim de semana. A lista completa está no site do Sinparc. Refletindo o que esteve em cartaz em 2007, temos esses incríveis títulos:

10 MANEIRAS INCRÍVEIS DE DESTRUIR SEU CASAMENTO

2 CASAIS EM MAUS LENÇÓIS

A COMÉDIA DOS SEXOS

A VIRGEM DE 40 – AGORA OU NUNCA

ACREDITE, UM ESPÍRITO BAIXOU EM MIM

ASSENTA QUE LÁ VEM BARRACO

CAMAS REDONDAS,CASAIS QUADRADOS

...

Só peças do pessoal que sonha ser Miguel Falabella.... e nada do Grupo Galpão. Vou precisar de dicas de amigos mineiros para achar pérolas entre camas, casais, espíritos e muito, muito barraco.

4 comentários:

Clara disse...

ju!!!
eu tbm fiquei chocada com a programação! no dia q peguei o caderninho, morrendo de vontade de montar um super circuito teatral, fiquei arrasada.

thais gurgel disse...

querida!!

paixão à primeira visita. sucesso!

beijos já saudosos

lau lopes disse...

cruzes, ju!
tá difícil. mais parece um monte de livros de auto-ajuda adaptados para o palco.
o quê diriam os mais ortodoxos?
bjocas

saintcahier disse...

Essa campanha de popularização do teatro é velha conhecida -- só textos horríveis, requentados, e que estão em cartaz há 20 anos.

De preferência com humor inteligente e sagaz do tipo "A Praça é Nossa" ou "A Escolinha do Golias".